Silvio Mostra a Cara

Em 1961, o Baú prosperava tanto que o apresentador passou a chamar a atenção. Um deputado resolveu patrociná-lo na antiga TV Paulista.

Silvio chegou ali como quem não quer nada. O primeiro programa, ainda na TV Paulista, chamava-se Vamos Brincar de Forca e era baseado na manjada brincadeira em que os concorrentes são vão sendo enforcados à medida que erram a resposta. Era apresentado à noite, em 1961. Foi um sucesso.

No ano seguinte, o dono da TV Paulista, Vitor Costa, estava interessado em lançar um programa de variedades do meio-dia às 14h, aos domingos. Numa só tacada, Silvio estreou vários quadros no domingo, em meados de 1962. Entre eles, Cuidado com a Buzina, Só Compra Quem Tem, Rainha por um Dia, Partida de 100 e Pergunte e Dance. Não foi difícil se transformar no dono do domingo.

Em 1966, quando Roberto Marinho comprou a TV Paulista, Silvio foi mantido com seu programa dominical. Fechou um contrato por cinco anos. Ele era o dono do horário, e nunca foi empregado.

O ano de 1968 foi um que, em particular, nunca deveria ter acabado para Silvio. Os índices de audiência o elevavam à condição de estrela da emissora. Aos domingos, era o rei, e imperava do meio-dia às 20h com os programas: Show de Calouros; Show da Loteria; Vamos Fazer Média; Disco de Ouro; Quem Sabe Mais, o Homem ou a Mulher?; Sinos de Belém e Boa Noite, Cinderela.

O programa que mais preocupava a produção era Sinos de Belém. As tarefas aventureiras eram executadas também por Silvio, que até subiu e desceu um prédio de 15 andares pela escada dos bombeiros. Seus colaboradores o convenceram a maneirar. Silvio chegou a acumular programas.

Além do sucesso na Globo, ele apresentava o Cidade Contra Cidade, que também alavancava a audiência na TV Tupi. As delegações, vindas em caravanas, disputavam olimpíadas de provas no ar. No palco global, o apresentador contava com as Silvetes. Eram as assistentes, que se destacavam pela beleza.

silvio_e_programas_de_premios_do_bau_foto_joao_b_da_silva

Coletado para o site www.paginadosilviosantos.com
Coletado para o site www.paginadosilviosantos.com