Ele é o Show do Milhão

O baú ficou pesado. Cheio de dinheiro. Por ano, o apresentador Silvio Santos recebe R$ 55 milhões de salário como empregado do Baú da Felicidade e da Liderança Capitalização.

Ninguém no País paga mais Imposto de Renda, como pessoa física, do que ele. São R$ 15 milhões para o Leão. O faturamento de suas empresas é superior a R$ 1,5 bilhão, anualmente. Não é à toa que ele é também conhecido como “o homem do sorriso”.

Desde 1957, quando iniciou a saga com o Baú, Silvio construiu uma carreira de conquistas. “Achava que ele subiria na vida por ter uma visão comercial. Mas nunca poderia imaginar que chegaria tão longe”, confessa Carlos Alberto de Nóbrega, apresentador de A Praça É Nossa e amigo dos tempos bicudos.

Silvio construiu um patrimônio da ordem de R$ 879 milhões, conforme declaração à Receita Federal, em 1999. Não seria hora de parar, viajar pelo mundo e gastar um pouco dessa fortuna? Não adianta. Ele quer mais. Já chegou a anunciar que se aposentaria dos palcos aos 60 anos.

Passadas algumas décadas, continua com todo o vigor. Ao que parece, Silvio sonha ir mais longe. E ele se prepara para tanto.

Hoje, ele vive com a mulher, Íris, e sua filha caçula, Renata, em uma mansão no Morumbi. Silvio é um homem vitorioso. Dono de uma fortuna invejável, o seu maior patrimônio, porém, é a popularidade. É o maior apresentador da história da televisão brasileira. Desde 1993, o Programa Silvio Santos figura no Guinness, o Livro dos Recordes, como o mais duradouro da televisão brasileira. O engraçado é que o homem que conseguiu tudo isso, o maior comunicador do Brasil, peca pela timidez. “Ele é terrivelmente tímido. Sozinho com alguém numa sala, é um desastre. Mas, ponha um público ali, e ele arrebenta”, avalia o amigo Carlos Alberto.

Topo-Direito: Silvio Santos. Foto: Ricardo Leal.
Abaixo-Esquerda: As filhas Renata, Patrícia, Rebeca e Daniela. Foto: José Nemanis.
Abaixo-Direita: Silvio e Iris. Foto: José Nemanis.